(27) 3090.5366 - 9.9797.6903 • liga.esportes.cariacica@gmail.com

COPA CARIACICA 2017

Regulamento Geral

COPA CARIACICA 128 ANOS.

 

 

CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO

 

 

Artigo 1º – A COPA CARIACICA 128 ANOS, doravante denominada COPA CARIACICA de 2017, é regida basicamente pelo regulamento do Campeonato Cariaciquense de Primeira Divisão e nas condições especificas.

 

 

Artigo 2º – A adesão ao presente Competição é de caráter obrigatório, para as Equipes da Primeira e Segunda Divisão.

 

 

Parágrafo Único - A Equipe da Primeira e/ou Segunda Divisão, que optar por não participar da Competição, será denunciada à Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva e será punida  nos termos do Estatuto da LICADES e não comportará qualquer ressalva.

 

 

Artigo 3º – O Campeonato será realizado nas datas e locais fixados na tabela, devidamente aprovada pelo Departamento Técnico da LICADES, com a obrigação do seu cumprimento, sob pena da perda dos pontos e demais cominações legais.

 

 

Artigo 4º – Se uma Equipe desistir de participar da Competição após a confecção da tabela, seus jogos serão mantidos e seu adversário será considerado vencedor pelo placar de Dois a Zero (02 x 00) em favor da Equipe adversária e o referido placar será considerado para efeito de critério de desempate.

 

 

Parágrafo Único – A Equipe que desistir da Competição após a confecção da tabela será denunciada à Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva e poderá ser punida por abandono conforme Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

 

 

CAPITULO II - DA INSCRIÇÃO E CONDIÇÃO DE JOGO DO ATLETA

 

 

Artigo 5º – O Critério de inscrições e condições de jogos dos Atletas será aplicado o mesmo sistema do Capitulo V do Regulamento do Campeonato Cariaciquense da Primeira Divisão em disputa.

 

 

CAPITULO III - DO NÚMERO DE ATLETAS POR PARTIDA

 

 

Artigo 6º – Na Copa Cariacica, o número de Atletas e o número de substituições por partida, serão adotados o mesmo critério do Capitulo VI do Regulamento do Campeonato Cariaciquense da Primeira Divisão em disputa.

 

 

CAPITULO IV - DOS UNIFORMES

 

 

Artigo 7º – As Associações deverão usar os uniformes com as cores, escudo e símbolos que identifiquem seu Clube e previstos em seu Estatuto Social, sob pena de ser denunciado à Comissão Disciplinar de Justiça Desportiva, ressalvando o disposto quanto ao uso de publicidade.

 

 

Parágrafo Único – Os Atletas serão identificados por numeração obrigatória de um (01) a vinte e dois (22), sendo destinados os números de um (01) a onze (11) aos que iniciarem a partida e de doze (12) a vinte dois (22) para os substitutos (suplentes).

 

 

Artigo 8º – Em todas as partidas, salvo acordo entre as Associações disputantes, usará o uniforme número um (01) a Associação colocada à esquerda da tabela por ter o mando de campo, havendo necessidade de troca de uniforme, esta será efetuada pela Associação visitante.

 

 

Artigo 9º – É expressamente proibido o uso de uniformes com Propaganda Alusiva a Política Eleitoral.

 

 

Parágrafo Único – A desobediência ao Artigo anterior implicará à Equipe infratora, as Punições conforme a Legislação em vigor, podendo até ser Eliminada da Competição e desfiliada do quadro de Associações Filiadas a Liga Cariaciquense de Desportos.

 

 

CAPITULO V - DA ORDEM E DA SEGURANÇA DAS PARTIDAS

 

 

 

Artigo 10º – Com referencia a Ordem e a Segurança da partida serão aplicadas, o CAPUT do Capitulo XI do Regulamento do Campeonato Cariaciquense da Primeira Divisão em disputa.

 

 

CAPITULO VI - DA IMPUGNAÇÃO DA VALIDADE DA PARTIDA

 

 

Artigo 11º – A Associação que se julgar prejudicada, poderá impugnar a validade de uma partida, no prazo de setenta e duas (72) horas a contar da data da realização da mesma, na LIGA CARIACIQUENSE DE DESPORTOS, por petição, que contenha as razões da impugnação, em papel Oficio assinado pelo Presidente da Associação requerente, protocolado no Departamento Técnico da Entidade, mediante ao comprovante de deposito bancário, referente ao pagamento da Taxa de Impugnação, em nome da Entidade, no valor de Quinhentos Reais (R$ 500,00).

 

 

Parágrafo Único – Ao se confirmar a irregularidade, a Associação infratora terá que restituir a taxa paga ao requerente no prazo de Setenta e Duas (72) Horas após a decisão confirmando a infração. O não pagamento da taxa implicará ao infrator na ELIMINAÇÃO do restante da Competição.

 

 

Artigo 12º – É obrigatório anexar ao requerimento a Cópia da Ata de Eleição e Posse (Registrada em Cartório), do Presidente do Clube requerente.

 

 

Parágrafo Único – A não apresentação da Ata conforme exposto no Artigo anterior, torna o requerimento sem procedência e invalida a razão da impugnação.

 

 

Artigo 13º – Não será aceitos pedidos de impugnação dos resultados de Partidas, por Equipes que não estejam quites com suas obrigações com a Entidade Coordenadora do Evento.

 

 

CAPITULO VII - DAS PENALIDADES

 

 

Artigo 14º – No tocante as penalidades serão aplicadas na Copa Cariacica, o CAPUT do Capitulo XIII do Regulamento do Campeonato Cariaciquense da Primeira Divisão em disputa.

 

 

CAPITULO VIII - DOS JULGAMENTOS

 

 

Artigo 15º – Todos os casos de indisciplina e de ordem Comportamental serão julgados pela COMISSÃO DISCIPLINAR de JUSTIÇA DESPORTIVA da LICADES, conforme Caput do Capitulo XIV do Regulamento do Cariaciquense da Primeira Divisão em disputa.

 

 

CAPITULO IX - DA ARBITRAGEM

 

 

Artigo 16º – A arbitragem das partidas das Competições Organizadas e Coordenadas pela Liga Cariaciquense de Desportos ficará a cargo dos Árbitros pertencentes à relação do Departamento de Árbitros da Entidade, aprovada anualmente pela Diretoria e ratificada trimestralmente, pelo Departamento de Arbitragem da mesma.

 

 

CAPITULO X - DOS TROFÉUS E DA PREMIAÇÃO

 

 

Artigo 17º – A Premiação fica a cargo da Liga Cariaciquense de Desportos e serão distribuídos da seguinte forma:

 

 

a) Troféu para a Equipe Campeã.

 

 

b) Troféu para a Equipe Vice-Campeã.

 

 

c) Troféu para o Artilheiro Geral.

 

 

d) Troféu para o Artilheiro da Final.

 

 

e) Troféu para o Goleiro da defesa menos vazada.

 

 

f) Troféu para o Goleiro Campeão

 

 

g) Troféu para o Técnico Campeão e Vice-Campeão.

 

 

h) Medalhas para os Atletas da Equipe Campeã e Vice-campeã.

 

 

CAPITULO XI - DA FORMA DE DISPUTA

 

 

Artigo 18º – A Copa Cariacica será disputada em Cinco (05) Fases distintas, conforme segue:

 

 

Primeira Fase        =             Fase Preliminar

 

 

Segunda Fase       =              Oitavas de Final

 

 

Terceira Fase        =             Quartas de Final

 

 

Quarta Fase           =              Semifinal

 

 

Quinta Fase           =              Final.

 

 

Artigo 19º – A Primeira Fase (Fase Preliminar) será disputada pelas seguintes Associações: CRUZEIRO FC, AJAX EC, JUVENTUDE FC, EC BRASIL, CAMPO VERDE FC, EC FLEXAL, EC GRANITO, DEMOCRATA FC, AA SANTANA, FC FURACÃO, ITACIBA FC, EC VITORIA, GUARANY EC e AE ITAPEMIRIM.

 

 

Artigo 20º – A Fase Preliminar será realizada em jogos de ida e volta, classificando para as Oitavas de Final os vencedores dos confrontos conforme segue: Jogo 01 cruzeiro FC X Ajax EC; Jogo 02 Juventude X EC Brasil; Jogo 03 Campo Verde FC X EC Flexal; Jogo 04 EC Granito X Democrata FC; Jogo 05 AA Santana X FC Furacão; Jogo 06 Itaciba FC X EC Vitoria e Jogo 07 Guarany EC X AE Itapemirim.

 

 

Parágrafo Único – Ao término da 2ª (segunda) partida prevista para essa Fase, se as associações estiverem empatadas na soma de pontos ganhos, para se definir a associação classificada, serão obedecidos os critérios na forma estabelecida, pela ordem, até o desempate:  a) Maior saldo de gols na Fase;  b) Cobrança de penalidades máxima

 

 

 

Artigo 21º – A Segunda Fase (Oitava de Final) será disputada pelas Equipes vencedoras nos confrontos da Fase Preliminar e Sete de Setembro FC, Atletico Clube Sotelandia, Olaria EC, Botafogo FC, EC Milionário, Santa Cruz FC, Palmeiras FC, União FC e Vila Nova FC.

 

 

Artigo 22º – A Oitava de Final será realizada em jogos de ida e volta, classificando para as Quartas de Final os vencedores dos confrontos conforme segue: Jogo 08 - Vencedor do jogo 01 X Sete de Setembro FC; jogo 09 – Vencedor do jogo 05 X Olaria EC; jogo 10 - Vencedor do jogo 02 X Botafogo FC; jogo 11 – Vencedor do jogo 06 X EC Milionário; jogo 12 – Vencedor do jogo 03 X Santa Cruz FC; jogo 13 – Vencedor do jogo 07 X Palmeiras FC, jogo 14 – Vencedor do jogo 04 X União FC e jogo 15 – AC Sotelandia X Vila Nova FC.

 

 

Parágrafo Único – Ao término da segunda partida prevista para a oitava de Final, se as associações estiverem empatadas na soma de pontos ganhos, para se definir a associação classificada, serão obedecidos os critérios na forma estabelecida, pela ordem, até o desempate:  a) Maior saldo de gols na Fase;  b) Cobrança de penalidades máxima

 

 

Artigo 23º – A Terceira Fase (Quarta de Final) será realizada em jogo único, classificando para a Semifinal os vencedores dos confrontos conforme segue: Jogo 16 - Vencedor do jogo 08 X Vencedor do jogo 10; jogo 17 – Vencedor do jogo 09 X Vencedor do jogo 11; jogo 18 - Vencedor do jogo 12 X Vencedor do jogo 14 e jogo 19 – Vencedor do jogo 13 X Vencedor do jogo 15.

 

 

Parágrafo Único Nessa fase o mando de Campo será conhecido atraves de sorteio e se após o térmmino do tempo regulamentar a partida terminar empatada haverá cobrança de penalidades, conforme regra geral, para se conhecer o classificado para a Semifinal da Competição. 

 

 

Artigo 24º – A Quarta Fase (Semifinal) tambem será realizada em jogo unico, classificando para a Final os vencedores dos confrontos conforme segue: Jogo 20 - Vencedor do jogo 16 X Vencedor do jogo 18; jogo 21– Vencedor do jogo 17 X Vencedor do jogo 19.

 

 

Parágrafo Único Nessa fase o mando de Campo tambem será conhecido atraves de sorteio e se após o térmmino do tempo regulamentar a partida terminar empatada haverá cobrança de penalidades, conforme regra geral, para se conhecer os classificados para a Final da Competição. 

 

 

Artigo 25º – A Quinta Fase (Final) será realizada em jogo único entre os vencedores dos confrontos da Semifinal, conforme segue: Vencedor do jogo 20 X Vencedor do jogo 21.

 

 

Parágrafo Único – A Final será em um único jogo e se após o tempo regulamentar a partida terminar em empatada, será cobrado tiro livres da marca do pênalti (penalidades), conforme regra geral para se conhecer o Campeão da Copa Cariacica.

 

 

Artigo 26º – O local da partida Final será designado pelo Departamento Técnico da Liga Cariaciquense de Desportos.

 

 

Artigo 27º – A partir de 2018 só terão vagas garantidas na Segunda Fase (Oitavas de Final) na Copa Cariacica, a Equipe Campeã e Vice-Campeã da Primeira e Segunda Divisão do ano anterior, o Campeão e o Vice-Campeão da Copa Cariacica do ano anterior e o Campeão e Vice-Campeão da Copa Campo Grande, no ano da realização.

 

 

Cariacica/ES, 10 de Agosto de 2017

 

 

CLUBES FILIADOS

Esporte Clube Itaquari
Democrata Futebol Clube
Juventude Futebol Clube

VER TODOS OS CLUBES

© LICADES - Liga Cariaciquence de Desportos

Rua Santana Nº. 575 - São Geraldo - CEP 29146655 - Cariacica - Espírito Santo
(27) 3090.5366 - 9.9797.6903 • liga.esportes.cariacica@gmail.com

Desenvolvimento:
ComunicaSim!